Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

O Coral, a canção e a saudade…

Parceria! Tributo ao Coral Brilhe a Vossa Luz… 

***

Parcerias pela vida, pelo tempo nas esquinas.

Pelos templos, tantas vozes femininas. 

Nos acordes, nos compassos, pelos versos e nossas rimas,

Nos poemas contracenam muitas vidas

Minhas falas em seus tons…  Sintonias,   

Nos meus versos diapasões de novos dias

E o coral num luau intuitivo

Compositora e musicista

Minha amiga de rimas e tons musicais...

Cantava sonhos, realidades e alegrias.

Vozes outras condutoras de um sonho musical 

Umas graves, sussurrando lenitivos,

E as agudas caminhando então desnudas na canção e quase roucas

Pelas casas, nos saraus e nas colônias (Santo Ângelo)

Eram a Neusa, a Sueli, a Bete e a Fernanda.

E a mana Sônia então se manda pra uma outra dimensão

Amiga de todos os tempos e tons

E a Doutrina via expressa entre o ontem e a obrigação

Nos ensaios, nos estudos na emoção.

Eram aulas, eram falas e canções.

 

E a saudade numa rima tão precoce

Trouxe preces, trouxe prantos e distâncias.

Vieram ventos, vieram dores e mudanças.

Mas, a amizade é uma semente que não se cansa.

Suelizando as emoções

"Minha amiga, minha figa, minha prece"

E o coral ficou rouco na lembrança (Coral Brilhe a Vossa Luz)

Mas, nesta vida na verdade nada se perde,  

Fernandinha uma saudade especial...

Como um talento cada qual tem outra aplicação

E quando o vento fizer a volta noutro tempo

Com certeza novos versos, novos dias e novos tons.

Serão abraços, reencontro e nova canção!

Minha amiga Bete balanço...

***

Ademário da Silva =/=/=/=/= 30/05/2011

***********************************

 

Meu amigo, nosso amigo, todo amigo...

A fala da Neusa…

 

Par… serias? 

Foi mais que sonho, foi generosidade de quem nos guia.

Foi como um espaço aberto dentro do próprio tempo, que de contínuo não se detém para analisar nossas necessidades pequenas.

Foi oportunidade aberta a todos, aproveitada ou não, mas apropriada.

Foi reencontro, que trouxe a tona amores antigos e feridas abertas.

Fomos ficando pelo caminho, fomos chegando e partindo com a naturalidade dos ingênuos e das crianças.

E o espaço não se fechou… Apenas caminhou dentro do tempo para se abrir logo ali na frente, noutra estação do nosso caminho. 

Minha humilde homenagem a você meu eterno amigo Ademário, e também aos irmãos Zedequias, Carmelino, Domingos, Sebastião, Marcílio, Jair, Beth, Sonia, Edna, Sueli, Teresa, Fernanda e Elisabete. 

Neusa

***********************************

Querido amigo, o grupo foi criado em meados de 1984 e “sobreviveu” até 1992.

8 anos bem vividos !

Infelizmente não tive na época a ideia de anotar as ocorrências e apresentações. Então ficou só na lembrança (muitas já bem amareladas ahahah)

*************

Nas fotos: Neusa, Sônia, Sueli, Fernandinha, Bete e Lillo….

 

Comentários em: "O Coral, a canção e a saudade…" (1)

  1. Opiniao de ex-participante do Brilhar a vossa Luz.Nos derradeiro tempo pedia sustento para nao terminar no alge do embalar as almas a se transformar…

Deixe uma resposta

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 505 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: