Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

A saudade!

*&*

Hoje eu sei que a saudade é uma poesia

Que mesmo sem versos encantos ou rimas

Porque traz no adverso à separação

Ela é  um tempo, um semblante ou um coração,

Que o poeta rabisca na sua insistência

Ciente de que o pretérito continua imperfeito

E o amor é o silêncio que emudece a razão

Segue a alma pisando nas pedras da teimosia

E a fé é a própria oração dessa agonia

Mero costume de subjuntivo

Amor de ontem que continua vivo

Saudade é um amor ausente

Que vive a conjugar o verso

No futuro do presente

São tantos sonhos misturados com crendices

Que diria o poeta em causa e desespero

Que o amor dessa saudade

É uma verdade que o coração somente

Acredita no que cultiva e no que pensa

A saudade é sombra da ausência!

*&*

Ademário da Silva

21 de junho de 2015

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: