Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Kardec, o bom senso e a luz…

#

Olhando o silencio

Eu vi imagens na luz 

E ouvindo a luz

Abriram-se as portas do tempo

Eu pensei que era um templo

E desenhou-se a ciência

E já falavam em magia

Quando dia acendeu

E era filosofia que o mestre teceu

Então olhei o firmamento

E estrelas teimosas

Falavam-me de rosas que a fé escreveu

Que o Consolador redivivo

No livro eternidade

Era a própria verdade

Que Jesus concebeu

Enviando ao mundo o prefesseur dileto

Para atravessar o deserto

Allan Kardec tão certo

Vestiu-se de intuição

1804 em outubro

O muro de sombras ruiu

E o menino sorriu na aula de Pestallozi

E mais tarde assumiu

A equação imortal

Sensitiva hipotenusa

Embalsamava a dor

E a mediunidade falava

Que além do túmulo o amor…

Que lá do Gólgota saiu

Era uma ponte invisível

Kardec desata os nós

E consola o povo

Nunca estivemos á sós…

A vida segue mais viva

Estuante e inteira

E o mestre escreveu, questionou,

E um tesouro de luz

Como parábola e talentos

Desfez o medo imposto

E ao invés de um pano no rosto

Livros de liberdade ele codificou…

#

Ademário da Silva…

03 de outubro de 2016…

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: