Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Poesia e política!!!

@

Poesia que ora é alerta, estrada incerta e deserta,

É chama que não se apaga mesmo tendo combustível escasso,

Choram corações loucos na vida de pés descalços

Rimas vestindo toscos trapos em fugas, no encalço da paz!

Dramas retratando canções e melodias caídas no estresse,

Viajam por velhas vielas nas veias de enfermiças favelas

Apregoam delírios e orgasmos, crenças e extradições,

Ideias e pensamentos sangrando no egoísmo,

Abismos que sugam crianças culpadas por não ter batismo,

Escolas tecidas em farrapos, criando detentos da escuridão,

Impostos lavados no lixo, escondidos nos nichos da escravidão,

Discussões apagando semeaduras nos desertos da corrupção,

A fé dizimada em sonhos que viram condenações,

O inferno morando na Terra alugando pratos vazios,

A saúde matando a esperança na placenta das gerações,

Doenças que parecem pragas permitidas nas contradições,

Demo‘cracias, socialismos, materialismos, abalos sísmicos e vulcões,

Cantou o Veloso Caetano os planos de “podres poderes”

Alqueires de matas dessemeadas pela ambição, semeando gramas de ambição,

Brasil dos meus pesadelos desenredo da constituição

Favos, votos e favores, pendores da nossa política,

Crítica abusada, desusada que não favorece solução,

A história tem três moedas, ontem, hoje e amanhã,

O povo de bico usado se cala na contramão,

E é tudo tão igual que a filosofia regurgita antigo tirocínio

Karl Marx é mesmo um veneno no delírio da distribuição

Aposentadorias, cotas e bolsas reembolsam a ilusão,

O voto cabresto é arresto da dominação.

E o poder em seus vieses guernicais e seus pecados angelicais,

Gerando dores e sofrimentos indigestos e inapreciáveis,

Pois, que estrangula vidas e esperançassem tranças infernais,

E a esperar pelo Cristo a solução mágica se manifestam pastores,

Adivinhos e profetas sinistros ministros nas tetas da ocasião…

E o espírito definha em sonhos pela extinção dos demônios,

E a população se agita ou se acabrunha nas urnas da manipulação,

E a lei qual moeda de troca vai à bancarrota em seus gemidos,

Partidos de mesmo regimento e mesma troça,

Secam o leite e a roça na guerra pelo poder,

E o povo é quem sempre vai sofrer…

Sem escola, segurança e saúde vai amiúde,

No ataúde da desesperança!

#

Ademário da Silva

29 de abril de 2016…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: