Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Viver’ amando!

#

O vento levando perfumes

E as flores se abrindo aos pássaros

As cores desenhando pendores

Poesia divina nos laços

Amores, olhares e abraços

Um piano dedilhando Chopin

Sonoros sentimentos do tempo

Passado e futuro intermuros

De um mesmo presente

O silêncio que cria a vida terçã

A lua sentinela de luz

Divide a escuridão com as estrelas

E a poesia pousa como brisa no pensamento

Riachos murmurando na solidão

Sementes se abrindo no chão

A vida um pensamento de Deus

Aos olhos da alma que sente os segredos

Enredo recorrente e eterno

Moderno é o momento que passa

E a graça é a compreensão de si

No concerto da eternidade

Vagidos nos ventres gestantes

Crianças, idosos e adolescentes

Frutos insistentes da vida

Pedras silentes sob os pés encantados

Suores encharcando os poros dos gestos

Apreços e reverências

Ardências de odores espirituais

Vida amiga e guarida liberta todas as almas

No chão, nos ares e oceanos

Reinos de todos os sentidos

Afaga ideais de liberdade

Nos prismas de crenças e filosofias

Planta noites e dias em todo destino

Saudade de um menino e de tantos amigos e amores (Eduardo Ademário Pizindin…

Cria o Criador, afagos e carinhos

Poesias e canções, rimas e acordes de fé

E a vida a cada segundo é o futuro do mundo

O amor que não se esquece

No coração que não reclama

É chama de saudade que sempre alimenta!

#

Ademário da Silva

23 de outubro de 2015.

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: