Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

AOS PAIS DE TODOS OS TEMPOS….

DIA DOS PAIS….

#

Pai que sabe o valor de um coração criança, da criança que o quer tão bem

Pai que pega pela mão para subir degraus e para equilibrar a beleza da grafia infantil

Pai que surpreende e respeita a receita da inocência da alma reiniciante no chão do destino

Pai que enxuga lágrimas com o lenço da alegria de ser pai…

Pai que acerta, pai que erra, pai que entende, mas não ignora o que tem que ser de verdade na vida dos filhos e filhas

Espelho que não se quebra e não embaça a visão da inocência e da esperança, mas que mostra com carinho e amor a lucidez que a vida exige

Pai que aconselha e corrige, pai que ri escancaradamente e fica também muito sério na medida pronta do carinho e do respeito, quando se faz necessário

Dia dos pais é também dia da saudade de um filho

E aí vira dia da memória, das lembranças em que se reuniam as crianças no quintal ou na sala

Para trazer presentes e falar de amor, de esperança, de ensinos e expectativas

E ainda o pai presente na vida e no tempo dos filhos, das filhas, vendo-os crescer, desenvolver,

Aprender a pensar, por que as palavras e as continhas de somar e subtrair, o pai já tinha escrito na lousa de suas mentes.

Os mais crescidinhos empunhavam contentes pares de meias e lenços e uma loção para barbear

Os mais novos se aproximavam tímidos, trazendo nas mãos os primeiros desenhos que seus talentos, assoprados pelas professoras (e), houveram produzido.

Frases que se repetiam a cada ano e consolidavam os sentimentos, a afinidade, a amizade e a cumplicidade…

Posto que pais têm que ser cúmplices das peraltices e dos segredos, pais que tiram os medos, que são substituídos por confiança…

Pais que já foram crianças e não perderam a memória da própria história…

Pais que ensinaram a conjugar os verbos irregulares do destino e que traziam nas mãos o pião que encantava o menino

Pais que não esqueciam o valor das bonecas que suas molecas brincavam espalhadas no chão da sala ou do terreiro…

Pai trabalhador, brasileiro, pai que parecia inteiro aos olhos das curiosidades infantis…

Pais que resolviam problemas e que a cima de tudo amava e ama ainda a mãe e mulher espelho, desses filhos e filhas que significavam todo amanhecer, o frio e a tempestade…

Pai das amizades dos filhos arteiros, pai primeiro a brincar de esconde – esconde no bonde da alegria

Pai dos filhos que os têm, pai que faz tão bem aos sonhos que brotam nos pomares pequenos

Pai do filho que não tem, por que mora nas terras da saudade, pai que no meu destino é o bem

Pai que já foi filho no rastro daquele avô do seu filho…

Pai do meu filho saudade (Eduardo Ademário da Silva

Filho do meu pai verdade

Nas terras da espiritualidade eterna

Pai das minhas filhas presentes

Ainda no chão do meu destino

Janaína, Daniela e Vanessa

Pai de coração da minha neta Mylena

Pai que sonha com o abraço do próprio pai

Que foi embora num cortejo de tristeza, lá em Guaratinguetá

Pai, meu espelho guia que nunca esqueço (Francisco Ademário da Silva

Pai de todas as vidas e destino a reger o firmamento de todo universo (Deus Suprema Inteligência…

Deus Pai a quem muito respeito

Que criou a vida de um tal jeito

Que é tudo perfeito, embora não entendamos plenamente ainda

A dor e o sofrimento são lições de duro entendimento

Deus em sua sabedoria fez as mães

E colocou os pais numa linha paralela

Deus Pai de todos os tempos fez dos pais um momento certo

Um moleque travesso e as vezes medroso

Amanhã se faz um pai amoroso!

#

Ademário da Silva

08 de agosto de 2015.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: