Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

EDUCAÇÃO

André Luiz

 

O amor é a base do ensino.

Professor e aluno, cooperação mútua.

 

O auto aprimoramento será sempre espontâneo.

Disciplina excessiva, caminho de violência.

 

A curiosidade construtiva ajuda o aprendizado.

Indagação ociosa, dúvida enfermiça.

 

Egoísmo n’alma gera temor e insegurança.

Evangelho no coração, coragem na consciência.

 

Cada criatura é um mundo particular de trabalho e experiência.

Não existe vocação compulsória.

 

Toda aula deve nascer do sentimento.

Automatismo na instrução, gelo na ideia.

 

A educação real não recompensa nem castiga.

A lição inicial do instrutor envolve em si mesma a responsabilidade pessoal do aprendiz.

 

Os desvios da infância e da juventude refletem os desvios da madureza.

Aproveitamento do estudante, eficiência do mestre.

 

Maternidade e paternidade são magistérios sublimes.

Lar, primeira escola; pais, primeiros professores; primeiro dia de vida, primeira aula do filho.

 

Pais e educadores! Se o lar deve entrosar-se com a escola, o culto do Evangelho em casa deve unir-se à matéria lecionada em classe, na iluminação da mente em trânsito para as esferas superiores de Vida.

#

 

Do Livro O Espírito da Verdade. Psicografia de Francisco Cândido Xavier.

###

Pensamentos meus….

#

A educação de verdade é a verdade que educa

A simplicidade da hierarquia

Que a disciplina encaminha

O professor também é pai da luz que o aluno assimila

E a mãe que ensina é divina mestra da vida

Mães e professoras são as verdadeiras mentoras dos destinos

De meninos e meninas a seguirem seus passos

Existe um tênue compasso entre o mestre, a mãe e o pai

Três acordes de uma canção liberdade

Contracantos de luz e amor em partitura

A mãe educa e a criança se adoça

E a professora ensina como quem a luz endossa

E a criança matura como de Deus criatura

A escola e o lar são salas de aulas do tempo

Templos da evolução humana

Em casa a mãe educa, evangeliza e acarinha

Na escola os mestres alfabetizam o raciocínio

E entre livros e olhares o talento germina

E surge o menino engenheiro e a menina juíza

No altar da consciência o amor e o respeito

Traduzidos pelo amor, o giz e o direito

O direito de ir e vir e também assistir

A luz que o Mestre dos mestres no mundo semeia

Criança é luz e sorriso também uma bola de meia

Também é arte e encanto e alegria na ceia

Criança anda bem vestida se a mãe costura e chuleia

E traz a mente madura se o professor (a) incendeia!

#

Ademário da Silva

16/junho/2015.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: