Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Se for meio assim…, não vá….

#

Se for ruim, em si não pensa

Que o amanhã tem sombras

E a tal decrepitude, a ninguém perdoa não

Se tem bondade não se ilude

Pois sem atitude a esperança tomba

Se for meio assim de qualquer jeito, vá não….

O peito não cicatriza, e a brisa

Seca com o vento das adversidades

E mesmo que se esconda, nas ondas das mesmices

Toda crendice zomba, de fé tão esquisita

Pois, em si não se assenta, por mais marrenta seja

Se não raciocina em que possa confiar

Se for meio assim, se o prefácio te sustenta

O conteúdo se ausenta, do seu modo de ser

Um livro não é só uma semente, a vida

Não é presente, embrulhado na incerteza

Se for assim incerto, do altar

Não fique perto, a consciência cobra

As sobras da ilusão

Se for meio assim sofrido, não faças

Do alarido. A falsa oração

O que buscas, diz-nos o Evangelho

Encontrarás, novo ou velho

Ou, até sem validade, pela veleidade da procura

Se for assim descrente, não tentes pois não achas

A não ser madeira velha, que só faz fumaça

Se não semeias uvas, de que vale a taça

Que guardas como herança

Sem nunca pôr no uso

Se for de pedras o caminho, põe força em seus pés

Se for meio assim com medo

O enredo te engana, sem confiança

O passo é cego, não nego que também já tremi

Se for assim aos terços, o recomeço é certo ao fim

Se a coragem é fraca, não esconda o talento

Vento vira tempestade em inesperados momentos

Mas, se fores então convicto, o

Espirito não titubeia, e a ceia de luz sacia

Aquele que em Deus confia, sem

As medidas humanas, que perecem no silêncio

Então se fores, vás inteiro

De alma, mente e coração

Coragem se conquista

O medo se enfrenta

E a fé não se ausenta

Enquanto fruto da humildade

Se fores, vás de verdade, que a

Luz da consciência semeia liberdade

De ser, sentir e recriar

Os passos do caminho, o amor novinho em folha

A estrada é sempre estreita, mas

A sombra então desfeita, não

Incomoda os seus sentidos

Vá, que Deus então te aguarda

Nos portais do universo, poesia conhecida

Nascida em Suas Mãos….

#

Ademário da Silva.

19/maio/2015.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: