Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Finados não… Saudades sim
#
No silêncio da saudade as verdades da vida
Não como cicatrizes, mas diretrizes certeiras
Deus não erra nem encerra nenhuma história
Nem divide a eternidade em antes e depois
Na verdade ninguém se foi ou ficou
A natureza humana é um braço transitório da imortalidade
Separados por estados de vibração das forças da vida
Perdemos apenas o contato ao toque e até do abraço
Mas, o laço que o coração costura
É o cordão umbilical da afinidade que a saudade sustenta
Na placenta do amor que não se apaga
Relações duradouras ou de pouco tempo no seio da família
Ou dos contatos afetivos e amorosos
Timbradas pela amizade, o respeito e a verdade de ser
#
Não entristeça a memória e nem o coração
Seu pai, sua mãe, seu filho ou filha, amigos e afetos
Continuam vivos sob o teto da eternidade
Uma oração molhada pelas lágrimas da saudade
A memória do que te fez feliz num verso de gratidão
Mas, finados não…
#
Deixe a saudade fluir em poesia
Chame a alegria para sentar do seu lado
Ninguém se acaba ou se ausenta por que mudou de casa
Cante os versos dobrados no compasso da fé
A saudade só é verdade para quem ama sem medo
O enredo de agora pode ser estranho ou até esquisito
Mas, Deus te aguarda e te guarda como a todos no infinito do seu amor!
#
Ademário da Silva
02 de novembro de 2014.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: