Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

A Materialização

10

 

MISSIONÁRIOS  DA  LUZ !

Francisco C. Xavier (André Luiz)

***

Em virtude do meu interesse, no estudo dos fenômenos de materialização, não hesitei em solicitar o prestigioso concurso de Alexandre, que se colocou gentilmente ao lado de meus desejos.

***

– Observar para realizar é serviço divino.

***

– Muitas vezes, quando envolvidos na carne, não sabemos conduzir a pesquisa intelectual!…

***

– Aqui, é indispensável o máximo cuidado para que os princípios mentais de origem inferior não afetem a saúde física dos colaboradores encarnados, nem a pureza do material indispensável aos processos fenomênicos.

– Não se trata de hierofantes em gestos convencionais. Temos ali esclarecidos cooperadores do serviço, que preparam o ambiente, levando a efeito a ionização da atmosfera, combinando recursos para efeitos elétricos e magnéticos.Nos trabalhos deste teor reclamam-se processos acelerados de materialização e desmaterialização da energia.

– Estes amigos estão encarregados de operar a condensação do oxigênio em toda a casa. O ambiente para a materialização de entidade do plano invisível aos olhos dos homens requer elevado teor de ozônio e, além disso, é  indispensável semelhante operação, a fim de que todas as larvas e expressões microscópicas de atividade inferior sejam exterminadas. A relativa ozonização da paisagem interior é necessária como trabalho bactericida. Alexandre, depois dum gesto significativo, acrescentou – O ectoplasma, ou força nervosa, que será abundantemente extraído do médium, não pode sofrer, sem prejuízos fatais, a intromissão de certos elementos microbianos.

– São recursos da Natureza – informou-me o instrutor solícito – que os operários de nosso plano recolhem para o serviço. Trata-se de elementos das plantas e das águas, naturalmente invisíveis aos olhos dos homens, estruturados para reduzido número de vibrações.

***

– O aparelho mediúnico foi submetido a operações magnéticas destinadas a socorrer-lhe o organismo nos processos de nutrição, circulação, metabolismo e ações protoplásmicas, a fim de que o seu equilíbrio fisiológico seja mantido acima de qualquer surpresa desagradável.

***

Diversos servidores espirituais começaram a combinar as radiações magnéticas dos companheiros terrenos, a fim de constituírem material de cooperação.

Alexandre tomou pequena quantidade daqueles eflúvios leitosos, que se exteriorizavam particularmente através da boca, narinas e ouvidos do aparelho mediúnico, e, como se guardasse nas mãos reduzida  quantidade de gesso fluido, começou a manipulá-lo, dando-me a impressão de estar completamente alheio ao ambiente, pensando, com absoluto domínio de si mesmo, sobre a criação do momento.

***

Aos poucos, vi formar-se, sob meus olhos atônitos, um delicado aparelho de fonação. No intimo do esqueleto cartilaginoso, esculturado com perfeição na matéria ectoplásmica, organizavam-se os fios tenuíssimos das cordas vocais, elásticas e completas na fenda glótica e, em seguida, Alexandre experimentava emitir alguns sons, movimentando as cartilagens aritenóides.

Formara-se, ao influxo mental e sob a ação técnica de meu orientador, uma garganta irrepreensível.

Com assombro, verifiquei que através do pequeno aparelho improvisado e com a cooperação dos sons de vozes humanas, guardados na sala, nossa voz era integralmente percebida por todos os encarnados presentes. Parecendo-me satisfeito com o êxito de seu trabalho, Alexandre falou pela garganta artificial, como quem utilizava um instrumento vocal humano:

– Meus amigos, a paz de Jesus seja convosco!

Ajudem-nos, cantando! Façam música e evitem a concentração!…

Fez-se música no ambiente e vi que o Irmão Alencar, depois de ligar-se profundamente à organização mediúnica, tomava forma, ali mesmo, ao lado da médium, sustentada por Calimério e assistida por numerosos trabalhadores.

Aos poucos, valendo-se da força nervosa exteriorizada e de vários materiais fluídicos, extraídos no interior da casa, aliados a recursos da Natureza.

Alencar surgiu aos olhos dos encarnados, perfeitamente materializado.

. Não eram, todavia, as palavras trocadas entre ele e os assistentes que me impressionavam o coração, e, sim, a beleza do fato, a realidade da materialização, dando ensejo a dilatadas esperanças no futuro humano, quanto à fé religiosa, à filosofia confortadora da imortalidade e à ciência enobrecida, a serviço da razão iluminada.

– Repare na grandeza do acontecimento. O médium desempenha o papel de entidade maternal, enquanto Alencar, sob a influência positiva de Calimério, permanece em temporária filiação ao organismo mediúnico. Todas as formas que se materializarem serão «filhas provisórias» da força plástica da intermediária.O amigo que conversa com os encarnados é Alencar, mas os seus envoltórios do momento são nascidos das energias passivas da médium e das energias ativas de Calimério, o mais elevado diretor desta reunião.

Se forçarmos o médium

em nosso plano, feriremos Alencar em processo de materialização; se os companheiros terrenos violentarem o mensageiro, repentinamente corporificado, esfacelarão a médium, acarretando conseqüências funestas e imprevisíveis.

O homem não abusará no setor do progresso espiritual, como vem fazendo nas linhas de evolução material, onde se transformam prodigiosas dádivas divinas em forças de destruição e miséria. Meu amigo: neste campo de realizações sublimes, a que nos sentimos ligados, a ignorância, a vaidade e a má-fé permanecem incapacitadas por si próprias, traçando fronteiras de limitação para si mesmas.

Meu coração transbordava de contentamento e esperança; todavia, era forçoso confessar que, para tamanhas manifestações de serviço e tão sublimes bênçãos, era muito reduzido o entendimento dos encarnados. Semelhava-se a crianças afoitas, mais interessadas no espetáculo inédito que desejosas de consagração ao serviço divino.

– E Jesus?

Considera você que Ele tenha trabalhado somente para os galileus que o não compreendiam?

Julga que tenha ensinado tão-só no templo de Jerusalém?

 

***

Somando…

 

Combinando recursos para efeitos elétricos e magnéticos. Nos trabalhos deste teor reclamam-se processos acelerados de materialização e desmaterialização da energia.

que os operários de nosso plano recolhem para o serviço. Trata-se de elementos das plantas e das águas, naturalmente invisíveis aos olhos dos homens, estruturados para reduzido número de vibrações.

A relativa ozonização da paisagem interior é necessária como trabalho bactericida.

O ectoplasma, ou força nervosa, que será abundantemente extraído do médium, não pode sofrer, sem prejuízos fatais, a intromissão de certos elementos microbianos.

###

– São recursos da Natureza – informou-me o instrutor solícito – que os operários de nosso plano recolhem para o serviço.

Trata-se de elementos das plantas e das águas, naturalmente invisíveis aos olhos dos homens, estruturados para reduzido número de vibrações

###

O ambiente para a materialização de entidade do plano invisível aos olhos dos homens requer elevado teor de ozônio e, além disso, é  indispensável semelhante operação, a fim de que todas as larvas e expressões microscópicas de atividade inferior sejam exterminadas.

 

###

 

Os Fluidos Espirituais

O estudo dos fenômenos espíritas fez-nos conhecer estados de matéria e condições de vida que a Ciência havia longo tempo ignorado.

Ficamos sabendo que, além do estado radiante, a matéria, tor­nada invisível e imponderável, se encontra sob formas cada vez mais sutis que se denominam fluidos. À medida que se rarefaz, adquire novas propriedades e uma capacidade de irradiação sempre crescente; torna-se uma das formas da energia.

Esta força, gerada pelo próprio Espírito encarnado ou desencar­nado, tem sido designada sob os nomes de força ódica, fluído magné­tico, força elétrica, força psíquica e, mais recentemente, de Bioener­gia. É através dessa energia específica que os Espíritos interagem uns com os outros e exercem a sua influência no mundo corpóreo.

 Fluido Cósmico Universal (FCU): é a matéria elementar primitiva, dispersa por todo o Universo. Uma matéria extremamente su­til, cujas modificações e transformações vão constituir a inumerável variedade dos corpos da natureza. É nesse elemento primordial para a vida, que vibram e vivem todos os seres e todas as coisas: conste­lações e sóis, mundos e almas, como peixes no oceano. A manipulação desse fluido pelos Espíritos através de seus pensamentos e sentimen­tos vai dar origem aos fluidos espirituais.

 

###

Raciocinando…

 

###

 

O fluido universal, fonte de todas as vidas, formas e planetas

Astros, estrelas e galáxias, cometas e asteróides

Criações infinitas e universais do Pai Todo Justiça e Bondade

É a semente da vitalidade em todos os reinos da natureza

Fonte inesgotável de vida de almas e corpos materiais e sutis

Na verdade o DNA da verdade Divina nos demonstra aqui, o quanto ainda desconhecemos a vida em que estamos mergulhados.

O fluido espiritual que cura no passe

É o mesmo que interliga mentes em comunicação na psicofonia

E aquele que se integra na pintura mediúnica

E na cura dos males da carne e na reorganização perispíritica

 A mão que se estende e asperge bálsamos e paz

Veicula o fluido espiritual que nasce no coração das almas benfazejas

E quando a operação se faz mais intricada

A natureza, pródiga e rica de recursos

Exala aromas e remédios que a vontade mental e caridosa manipula

E ainda respeita cada fonte em seus reinos sob a tutela do sol

Fonte maior de energia que a planta fotossintetiza (fotosíntese)

E na brisa tira os sais marinhos

Transforma a energia latente em abundância de cura, de bem estar e equilíbrio pra toda gente

 E essas almas amigas e infatigáveis com os fluidos do coração e da caridade

Agem no anonimato e na inconsciência humana gerando novas energias

Que reestruturam, reorganizam e estabilizam a relação espírito- matéria

E há momentos onde o sol ajuda e outros que a noite é imprescindível

Pela sutilidade dos fluidos o cuidado é pertinente como na revelação de uma foto a luz é proibida

Pra não enfraquecer a força do fluido e o sentido da cura ou da harmonia, o trabalho nem sempre pode ser feito de dia

Por que a noite a energia da Terra se aquieta a cura é sempre mais certa

Assim como nos mecanismos da materialização a luz é luxo que se descarta

Em face das energias incongruentes com a matéria densa

Apaga-se a luz pra se enxergar a vida na outra dimensão

São os segredos que a Espírita Doutrina se nos revela

Tirando a luz de vela debaixo do alqueire

Todo cuidado é pouco e o conhecimento indispensável

E o coração que exala do amor a energia

Faz os dias perderem o sentido condicionado das noites

Abrindo as asas da liberdade sobre a compreensão da nossa própria imortalidade.

###

Um abraço á todos os amigos e amigas desse estudo magnífico.

 

###

Ademário da Silva /#/ 21/maio/2014.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: