Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Imagem

O vento e a vida!

*

Na curva dos tempos, novos ventos

Atentos momentos…

Outras paisagens, outras histórias

Difusas memórias, quase miragens

Sensitivas lembranças, versos e tranças

Afinidades…  

*

Ventos que cantam sutis esperanças 

Aos passos trôpegos de indecisas crianças

Sorrisos e danças, /choros, festanças

Andanças, mudanças, simples aprendiz

Felicidades… 

*

Do ventre ao colo, tombos e chão

O vento balança flores e frutos

O sonho impoluto da vida e do pão

Semente de trigo/ peixes nos rios

Trabalhos de mão

Prosperidades…

*

O vento que vira a vida do avesso

Revira o começo da renovação

Os seres alados debaixo das nuvens

De asas velozes entoando canções

O sol e as estrelas se procurando nas palmas da luz

Solidariedades…

*

A vida passando na pele e nos poros

Sentidos da alma que ri e que chora

Enruga promessas, esquece-se na pressa

E perde o sentido da materialidade

E o que fica é memória, amor e amizade

Nas rimas dos ventos da eternidade!

*

Que agora, ou antes, a tal turbulência (da vida)

Do ventre á velhice

Não seja a mesmice de quase nem ser!

*

A vida e o vento, o vaso e a velhice

São paisagens do tempo que nunca se curva

O verso e a vergonha, jatobá e pamonha

São rimas do amor e da mente e da alma

No silêncio Divino pelo firmamento

Onde a prece é um tempo de adoração!

*

Ademário da Silva // 14/maio/2014.

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: