Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Devaneios…

Imagem

Quase um tropeço!

***

Pra dormir com a poesia

Traga o seu coração rimado

Pra brincar com as estrelas

Tenha sempre os pés descalços

E se fores mais além

Semeie abraços como bens!

Mas, se fores andarilho

Não apregoes compromisso

O amor não é um terço

Que se reze em qualquer missa

O desespero é o movimento

Do seu tempo de preguiça!

*

Se quiseres dos meus dons

Não serás um bom amigo

Mas, se pedires o meu riso

Te trago brindes como trigo

Se andares nas esquinas

Não tire a lua dos teus olhos

Se voltares pelas sombras

Traz um conto de fantasmas!

*

Seja noite, ou seja, dia

Seja louco e tenha calma

Que a dor da agonia

Não pode trincar-te a própria alma.

Traga sempre poesia

Pelos passos, pelos risos

Faz um samba de alegria

Tome chuva de granizo!

*

Se eu pudesse ser poeta

Eu roubava o seu sorriso

Seu semblante é melodia

Que a saudade enternece

Mesmo longe estando perto

Minha musa, minha prece

Pelos sonhos dessa vida

Me enrosco em seus braços

Pra dormir em teu regaço!

***

Ademário da Silva22/março/2014.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: