Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Chico, sempre um exemplo á ser seguido!

 

“O Espiritismo é a nova Revolução Copérnica!” =/= Hegel…

***

Copérnico revelou os mistérios do Universo, o Espiritismo revela os segredos do Espírito e todas as consequências e implicações oriundas dessas “revelações”. Posto que, revelação na ótica Espírita tem o caráter de demonstração, comprovação da existência dos fenômenos oriundos da relação espírito e matéria.

O estudo e a vivência gradual dos ensinos espíritas não nos conferem status diferenciado de qualquer outro estudante ou postulante de outras religiões, mas, simplesmente maiores e mais profundas responsabilidades no trato com seus princípios e conceitos…

A revolução que se instala como efeito do aprendizado espírita é semente que se fecunda no: “Amar ao próximo como á si mesmo, assim como Eu vos amei”; eis o caminho do perdão, dos reparos e reconciliações na pauta dos relacionamentos. É onde se extingue o orgulho, a vaidade, o egoísmo, permitindo a germinação da paz, da harmonia e da verdadeira amizade entre as criaturas…

As Leis Divinas e Naturais explícitas em o Livro dos Espíritos:

PARTE TERCEIRA do Livro dos Espíritos

Das leis morais

CAPÍTULO I – Da lei divina ou natural // CAPÍTULO II – Da lei de adoração

CAPÍTULO III – Da lei do trabalho //CAPÍTULO IV – Da lei de reprodução

CAPÍTULO V – Da lei de conservação //CAPÍTULO VI – Da lei de destruição

CAPÍTULO VII – Da lei de sociedade //CAPÍTULO VIII – Da lei do progresso

CAPÍTULO IX – Da lei de igualdade //CAPÍTULO X – Da lei de liberdade

CAPÍTULO XI – Da lei de justiça, de amor e de caridade // CAPÍTULO XII – Da perfeição moral.

… São em si mesmas o roteiro ideal da evolução humana. Revelando a necessidade intrínseca do conhecimento enquanto buril de transformação e aprimoramento da alma em suas relações com o tempo, o espaço e a matéria nas salas de aula das reencarnações á que todos estamos vinculados por motivos óbvios…

A mediunidade não é o fruto do Espiritismo, posto que a história das religiões, o estudo da Bíblia e da Mitologia e outras fontes culturais, trazem em seus arquivos memoriais os passos e efeitos medianímicos da humanidade. Então a sua importância se caracteriza por instrumento de comunicação entre o visível e o invisível, sendo facultado aos espíritos a ação e aos médiuns a percepção dessa relação nos seus mais variados canais de captação.

Nesse sentido a mediunidade não é um “dom”, mas instrumento que nos permite ultrapassarmos os limites da tridimensionalidade. E isso não nos faz melhor, especial ou escolhido para obter lugar e tarefas de destaque na seara das obrigações morais que é o próprio movimento espírita em si.

Por isso, o querido Chico alertou que “ser espírita é mais importante que ser médium”, posto que todos o podemos ser, sem que isso signifique grau de adiantamento. Agora, Kardec em seu sábio bom senso, adiantou que, “ser espírita é ter o caráter do Espiritismo”. A mediunidade é ferramenta distribuída pela Misericórdia Divina aos necessitados morais como oportunidade de redenção e reconciliação com a harmonia das Leis Divinas e Naturais.

Vivenciá-la, respeitá-la e aprimorá-la com o estudo e a conduta calcada no Evangelho segundo o Espiritismo é a tarefa principal de cada médium.

“Porém, ser cristão é o essencial.”

***

A famosa frase “Ser ou não ser, eis a questão” (no original em inglês: To be or not to be, that’s the question) vem da peça A tragédia de Hamlet, príncipe da Dinamarca, de William Shakespeare. Fonte: Wikipédia

***

Ser ou não ser, eis a questão“…

Em sendo Espírita, as dúvidas serão naturalmente resolvidas pelos estudos individuais ou em grupo.

Em sendo médium, a importância reside na convivência cristã, ciente de que o Espiritismo é o Cristianismo redivivo, sem os atavios da mística, dos rituais e religiões constituídas pelos homens.

Por isso ser cristão ganha foro de universalidade mensurado pela imortalidade que se nos garante a evolução pelas vias naturais das experiências que configuram á aquisição comum de valores no tempo e no espaço de aprendizados e oportunidades…

O que o Chico Xavier nos conclama é irmos em busca da espiritualidade enquanto aprimoramento das sementes de valores intrísecos ao espírito que surge no cenário da evolução, simples e ignorante, mas com todas as possibilidades e talentos que lhe permitem desenvolver os equipamentos do crescimento moral, psicológico e espiritual…

O Cristianismo na verdade é um manto de luz á nos abrigar nos caminhos da vida, assim como toda e qualquer religião, e assim, mesmo não sendo uma religião em si, alicerça toda conduta e as instituições que arvoram bandeiras em nome de Jesus, conferindo á todas a responsabilidade em pautar seus passos no ensinamento do Mestre Iluminado… 

Assim ser cristão, antes de qualquer roto religioso, ser médium ou espírita é aspiração mor á conduzir-nos os gestos, posturas e atitudes ante as tarefas que o relacionamento humano se nos obriga.

***

Ademário da Silva //=// 14/abril/2012

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: