Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Já com saudades de ontem!

Tantos dias, tantos anos...

Pensando fora do óbvio...

***

Na atual conjuntura

Só pelo amanhecer é que posso entender

Se meu passo me atura

O que é a dor de agora, se

A imortalidade me ampara!

***

Mesmo assim vou caminhando

Quando a dor não me incomoda

E numa roda de amigos

Deixo versos e risos

Que são semblante e moldura

Do meu modo de ser!

Sou uma tal criatura enfrentando agruras

Mas, que quero viver…

***

Sei!

Isso tudo um dia acaba

E lá no avesso horizonte

Como se fosse ontem

Vou me lembrar de você!

***

Nada se perde ou se desfaz

Mesmo fugindo aos seus olhos

A saudade é rica rima

Que como a névoa de luz

Permanece noutros enredos de luz!

***

Sei que a semente não mora no chão

E que o fruto é uma sensação

Que sacia escondendo a ilusão

Da infância á mais bela idade

***

Real é a luz que a alma alimenta

Permite-lhe sobrevoar sobre tormentas

E a memória que guarda conquistas

E se descarta de espinhos e pregos

Muda o verbo no canto do ego

***

Deus nunca se desmente

Sou um preexistente, sobrevivente

Imortal, latente, semente de luz que o Pai acendeu

Pra viver em todas as dimensões que a vida agasalha

Vidas vividas quais páginas do tempo

Histórias trançadas que o amor ilumina

Nas trilhas infindas do universo

***

Ademário da Silva ** 23/abril/2011

 

 

 

 


Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: