Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Postura e confiança…

Um amigo que não se ausenta...

Jesus, a liberdade verdadeira...

Os nossos gestos e atitudes deixam pelo chão do nosso destino os rastros do nosso modo de ser…

São como espelhos á refletir nossas sementes e raízes…  Nossas vontades e ideais, nossos suspiros e prantos, pois que o cântico da vida tem versos que só Deus explica…

A fé que carregamos é a bandeira que desfraldamos sobre a vida…

Os nossos passos são a moldura do que fazemos em obediência á ciência que o Mestre ensinou…

Seguir pelas trilhas da vida é demonstrar coragem e determinação, á despeito de sombras e dores, mesmo que os rumores sejam de assustar, a vitória mantém a batida do nosso coração…

A dor e as separações são lições de impermanência ditadas por leis divinas e naturais…

O retrato de nossa alma se revela pelo que fazemos e, se em determinados momentos parece tudo errado é por que a perfeição ainda não nos agasalha, então não há falhas, mas lições á serem repetidas até que o aprendizado seja o nosso modo de pensar e sorrir…

O que conta nas folhas corridas do Pai são os sorrisos que fizemos brotar, o brilho nos olhos do próximo, os laços trançados por afinidade e alegria, por compromisso e responsabilidade de ser a cada dia uma flor que mais perfuma, uma luz que clareia sem revelar defeitos, um amor que nada cobra, pois tem de sobra na fé que lhe sustenta…

***

Todos os dias e todas as noites o sol e a lua se revezam pra não nos deixar sem luz, é um modo de Deus nos dizer: Têm confiança que estou com todos os meus filhos em todos os mundos que criei em todo universo que desconheceis o tamanho… E ainda coloquei estrelas bordadas no firmamento, quais faróis á guiar vossos passos e vos transmitir serenidade e paz…

Fiz toda a natureza facetada em cores, em águas e terras onde pudesses caminhar para o trabalho e para o repouso, onde possam sobreviver sob ás bênçãos do vosso suor…

***

Semeei lagos e riachos, rios e mares, montanhas e prados e segredos nos seios das sementes, que lhes curam e saciam vossas fomes… Fiz surgirem montanhas e cavernas que guardam riquezas e Dei á todos os povos o direito comum, que entre vós chamais de usos e frutos… Obedecendo a lei de fraternidade e solidariedade a riqueza atende á todas as necessidades…

São os caminhos da evolução da alma…

Mestre de todos os mestres...

O Amigo que jamais se ausenta...

Por isso viveis com todos os povos, todos os idiomas e culturas, todas as religiões e filosofias… Vivei com as diferenças, pois significam apenas espelhos á refletirem nosso estado interior, são facetas de luzes e sombras vividas por cada um em vidas e condutas que se diferenciam apenas pelo maior ou menor grau de conhecimento e compreensão…

***

Por isso cada uma das nossas vidas é o pergaminho onde deixamos gravados os nossos sentimentos, as nossas ações, os nossos gestos e permutas…

Escrever no chão do destino é deixar a semente da consciência plantada para as outras gerações, criando condições de no prisma da logística das reencarnações, melhorarmos o ambiente do futuro…

Sermos filhos, pais, irmãos e irmãs, parentes, vizinhos e amigos, são estágios transitórios do aprendizado imortal…

Ao transmitirmos a cultura e a raciocinada fé semeamos luzes em cada pé, em cada passo, em cada laço e em cada abraço…

O desapego é consciência de si e de impermanência, a ciência de ser sem se prender…

***

O desamor se apaga no aperto de mão entre o ofensor e o ofendido e a paz se estende como névoa de luz á afastar todas as sombras. Perdoar para que Deus nos perdoe é o que apregoa o Evangelho… Afogar o homem velho desatando-lhe dos laços do orgulho e do egoísmo, recuperando-o do abismo das sombras de si mesmo…

A harmonia mora no suor trabalho, no primeiro passo, no primeiro gesto e na primeira fala da palavra que explica, ensina, esclarece, mora na oração, na prece ou no mantra… A harmonia é santa não convive entre desavenças e retaliações…

Fé é postura e postura é compreensão nos braços da fraternidade…

***

Como já disse com extrema intuição um pensador: “A verdade é um imenso vidro que tem o tamanho do universo, do qual cada um de nós tem nas mãos um caquinho”, vivendo num mundo de provas e expiações… Quando surgem dores e sofrimento quem é que tem razão?…

Juntar esses cacos é o nosso trabalho nos caminhos infinitos pra acender a luz da nossa própria evolução…

Que Deus os abençoe sempre e sempre lhes aumentando a força, a coragem e o sorriso… Pra fazerem a travessia da sombra para a luz, a paz e a harmonia, com trabalho, conquistas e alegrias…

***

Ademário da Silva compensado pelo respeito e o apreço com os quais os envolve…

09/abril/2011

Abraços…

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: