Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Renovo dia…

***

Velhos versos...

Velhas rimas velhos tempos velhos sonhos

Um poeta mergulhado em pensamentos

Sentado em velhas pedras de outros tempos

Tinha canções orbitando em consciência

A intuição ditava o ritmo, o compasso e a melodia

E o poeta sacava verbos intransitivos

E também irregulares predicados

E um poema se abria em seus sentidos

Versando dramas e amores resgatados

Citando rimas, imagens e simetrias!

***

Seu coração qual jardim iluminado

Pulsava versos de amor e liberdade

Cada batida tinha o tom de uma saudade

E descrevia o sol beijando a madrugada

E a lua linda como uma dama de prata

Desfilava seus encantos no espaço sideral!

***

Um novo dia dilatava suas pupilas

Espreguiçava-se entre versos e perfumes

Rios e aves, avencas e salgueiros

Era a vida cantarolando emocionada

Pelas imagens que o poeta recriava!

***

Despertando a obediência, o respeito e o bom senso

E cada verso do poema um ser vivo

Concordava com a lição do Criador

Que cada um que ame a si e á seu próximo como amigo

Terá multiplicado por si o seu valor!

***

Ademário da Silva – 30/março/2011 *** 00h02min…

***

Versos ofertados ao amigo Marcílio Expedito, e as amigas Neusa Maria,

Sueli Aparecida, Sônia Maria e Danielle…

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: