Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Sexo é divino sim…

***

A vida é um mundo de sensações prazerosas.

A água da fonte, límpida e fria sacia e agrada

O sol de verão nos toma a epiderme inteira

A brisa que o mar respira é um afago temperado

Se atentarmos de modo isento para as coisas que Deus criou, encontraremos o prazer em cada detalhe e em todo conjunto…

As pétalas das flores se arrepiam ao toque do orvalho, que no silêncio da madrugada escorre nas epidermes vegetais…

Quando o sol alcança a floresta, folhas, flores e frutos exalam seus odores quais orgasmos de alegria e louvação no coração da vida…

A beleza, a poesia, a escultura, artes plásticas e cênicas, a literatura e as canções de todos os matizes sonoros são prazeres em que as mentes lúcidas se contraem, em busca da perfeição…, da louvação…

Tudo que o Criador do universo e de todas as coisas e seres nele contidos e vívidos, criou nos caminhos do tempo são a essência do prazer que a evolução propicia… São quais manifestos de felicidade em cada passo da estrada, das paisagens, das relações e dos contatos…

Se não houvesse prazer, a tristeza seria lei…

***

O sexo enquanto patrimônio de emoção, prazer e deleite espiritual é o portal de sentimentos de alegria, reencontro e afinidades, que ao gênero humano Deus presenteou qual pai que quer aos seus filhos a felicidade e a garantia de parceria, companheirismo e amizade que a convivência, por entendimento e compreensão transforma em amor…

***

A questão do pecado é fruto de uma cultura reducionista, desmantelada e por que não, desequilibrada, porquanto somos viajores naturais na placenta que a vida oferece. E nós devemos agradecer á Deus, por que nossos pais buscaram no prazer sexual a alegria de nos receber. E aí o sexo se faz a ante sala da reencarnação…

***

E se foi Deus que o criou é por que assim é que tem que ser, naturalmente o prazer das relações humanas… E acrescentando aqui a fala de Emmanuel: “Sexo é instrumento de contato, amor é sentimento”; então não há nada de errado com o sexo em si, mas provavelmente em nosso modo de conduzir, de sentir e se relacionar…

***

Mas, assim como acariciamos o violão, o bandolim e o piano e nos emocionamos com o prazer que a canção se nos provoca, o sexo deve e precisa ser tratado com carícias espirituais pra alcançarmos o orgasmo da canção em parceria, assim como cantou Martinho da Vila: “O amor da gente é o samba que eu queria/ Eu faço a letra e você faz a melodia”…

***

Os resultados incoerentes no trato com o sexo são frutos da nossa imperfeição, nem por isso devemos alçá-los á condição de vilão…

***

Deus ao criar o sexo como lei de atração estabelece nos escaninhos da subjetividade o mecanismo sutil que nos leva aos braços da afinidade, tendo como vias de acesso a ternura, a beleza e a força da mulher…

***

É então que surge o amor, sentimento que nos envolve em sua excelsitude, plenitude incondicional, luz que aprimora, emoldura e condecora por seus valores reais, a criatura em seus caminhos ascensionais…

***

Sim, o sexo é uma benção divina e, portanto deve ser consagrado no altar da consciência…

***

Ademário da Silva &@& 29/11/2010

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: