Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Pelos tempos!!!

Ir e vir na estrada do tempo é mesmo como recolher seus unguentos e pingentes de luz á sombra do crescimento. E na medida em que se caminha, ora a porta se estreita e ora se alarga conforme nossa conduta.

A vida não economiza oportunidades á quem quer que seja e só o que nos pede é harmonia e conciliações. Na esteira do tempo tantos laços e afetos figuram no mural da saudade, lembrados nos reflexos da sensibilidade quais espíritos amigos, protetores, familiares e a fins. Que aqui encontramos na condição de parentes consanguíneos, de mestres de escola e orientadores gerais.

E que são pais, e que são mães, irmãs e avós. Aquela tia emprestada pelos laços da amizade. E a tal da afinidade põe em nossos caminhos verdadeiras preciosidades afetivas.

E por mais parodoxal que pareça é quando a porta se estreita é que se faz abundante a colheita. O espírito errante sacia a sede das necessidades em gotas de luz, de sacrifício e vontade.

A economia é exígua

A elegância tão sóbria

A necessidade recicla a inteligência

A inteligência oprime a vaidade

A simplicidade emoldura o caráter e a emoção

O aprendizado é esforço em busca de si

Que andava esquecido entre a sombra e a ilusão

E o talento ainda indeciso nas pedras da provação

Mas, a expiação tem os olhos banhados de luz e determinação

E a criatura incisiva dita missivas ao Criador

E em cada prece agradece ao invés de pedir o que não merece!

Borboleta voando bem junto aos espinhos aumenta o risco de rasgar as próprias asas e ter que por no chão os seus pés e, experimentar lentidão e cansaço nos braços do sofrimento.

Essa talvez a consequência imediata daquela porta larga e desmedida

Que nas ilusões dessa vida

Carregamos quais penitentes, presos ás correntes da ignorância

A dor maior desse mundo, que cega-nos os olhos diante da luz

E por insistente teimosia a viajem de ida e de volta

Guarda em seu bojo despojos de nossa conduta

E qual vento tempestuoso á renovar ambientes

O nosso destino é esprimido entre a dor e a obrigação

E se não houver revolta, rebeldia ou insubordinação

A compreensão senta-se á mesa da renovação

E avalia o sofrimento mesmo como lição!

Pelos caminhos do tempo nos braços da reencarnação o espírito é diamante em processo de lapidação.

Dorme inconsciente no berço da mineração

E a toque de caixa caminha pelas ruas e esquinas de renovação

E sofre o afago do fogo no útero da gestação

Se emoldurando silente nos braços da solidão

Seguindo as leis imutáveis no colo da Criação

Depurando impurezas, corrigindo imperfeições

Adquiridas por desavisos nas asas da ilusão!

E a si se repete nas estradas da provação. Ora é rico teimoso abrindo valas, criando problemas, dilatando dores e sofrimentos, fechando janelas e adulterando o sentido da vida nas vielas do egoísmo. Depois reencarna tão pobre que o antigo nobre perde o desvalido sentido. Assim seguimos o nosso caminho até que compreendemos a dor, o sentido da luta, a finalidade da vida, a necessidade da luz.

Então recriamos nosso modo de ser, aprendemos a viver

Reatamos os laços puídos pelos fluidos do desamor

E agradecemos ao Pai esse magnífico caminho imortal

Compreendemos afinal que a família é o portal da evolução

Que o amor é o agente real da transformação

E que a luz é o afago divino que conforta a semente e nos faz decidir

Á afastar os tropeços, á reunir desafetos nos braços de um novo dia

E a família que era humana se estende da sombra ao nirvana

E os olhos da alma se abrem aos horizontes espirituais

E numa prece sentida, dessas que diluem dilemas

Que  em cada verso de luz traduz o mais simples teorema

Jesus será sempre o Caminho e a Verdade o seu modo de ser

A Vida a mais linda humildade que faz todo mundo crescer!

Ademário da Silva **** 28/nov./2009

SOESFALUZCA…

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: