Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Tempos idos…

Recordações

Nas gavetas do tempo

No suor do destino

Encontrei uns papéis

Ressecados em versos rimados no escuro

De desejos medidos por valores fugazes

Teimosias e medos, agonias e desenredos

Emotivos degredos na ante sala do nada

Nem saudade restou de tentativas perdidas

A vida é o que é em seu magnífico croqui

Um sonho moleque num desusado bodoque

E sem estoque de chances

O que se faz é o que fica, não há nuances

Palavras comuns de vontades iguais

Felicidade transpira como artifício na beira de um precipício

Nas idades insanas em que a vontade é filha da teimosia inexperiente

Olhares perdidos em faces ausentes

Desejo de um beijo no desvão do abstrato

Extrato de um sonho em noite de insônia

Mas, a vida é redonda num mundo que gira

E então, moleque, capoeira, malandro e mulato

Bato num surdo, tamborim ou pandeiro

E meio mineiro tiro rimas dos fatos

Recordando que um samba tem sempre a cor do retrato

De uma dor, do abandono ou também da saudade

E chora o bandolim, a cuíca e o cavaco

Madrugada, a lua e o brilho de estrelas

Me faz partideiro da dor de mim mesmo

E a melodia soluça entre os dedos

Enquanto alma imponho meu ritmo

Logaritmo de emoção musicada!

E a voz do povo no meio da quadra

Balanceada na mesma razão

E o coração navalha afiada

Corta a tristeza de antigo refrão

Amor que finda não mata o perfume

Da flor teimosa que brota outra vez no meio do chão!

Ademário da Silva **** 17/09/2009

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: