Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

É preciso ter fé e atitude!

A fé raciocina e a atitude modifica…

Nos compromissos com a vida a insegurança, o medo e a indecisão são os caminhos mais retos que a derrota encontra… Pra destruir os sonhos, ideais e objetivos…

O egoísmo, o orgulho e a vaidade são ingredientes indigestos da infelicidade…

O personalismo, o individualismo, “esses ismos” esquisitos, parasitos do bem querer, do bem viver e conviver, constroem sentenças de anulação, doenças da emoção, fazem murchar as flores do coração.

Então pense nisto.

A parceria conjugal se faz pela soma de interesses e visão de mundo, da vida e do tempo em que situa, emoldurada por luzes e sensações que os sentimentos propiciam.

Durante o namoro o decoro da intimidade perde pra ansiedade e põe em risco sonhos ideais e vontades, fantasias e responsabilidades…

Na relação sexual, o esperma se deixa seduzir pelo óvulo, conduzido que é pela lei de atração, e pelo resultado do esforço mergulha em seu bojo á se transformar.

Ingredientes de vida

Células divididas á se multiplicarem

E a energia em silêncio

Desenha outra nave

Para o espírito viajar

Pois viver por aqui

É fazer no tempo travessia

Crescer á guisa dos dias

Se manifestar pelo corpo

Trazer em seu rosto um perfil de ternura

Se menino ou menina a natureza engendra

Surpresas e prendas á nos cativar!

Quando um filho chega devemos sentá-lo á mesa do nosso destino, como quem oferece de si o melhor. Devemos ajudá-lo á reconfigurar seus sentimentos, seus ideais, objetivos e recursos, de tal forma que ele se sinta seguro em nossos próprios sentimentos.

O peixe só se deixa levar pela isca por vir buscar á superfície razões perigosas pra sua sobrevivência.

No amor não existe cativeiros ou visgos capazes de prender alguém na cela de nossos caprichos. Mas, existe algo que se chama “influência”, á se traduzir em emoções, cumplicidade, objetivos e sonhos…

Um homem e uma mulher quando casa

Rasga os papéis da liberdade

O amor e a amizade juntos

Á tecer afinidade

O amor é a força

A raiz e a semente da responsabilidade

O amor gera atrações

A atração configura alegria

A alegria supera dores e sofrimentos

A parceria desenha afinidades

Tece a amizade num emaranhado de sensações e atitudes

A amizade é a semente original

Que desvirgina os sentidos

E germina as folhas vivas das emoções

Floresce em perfumes e cores

Enraíza ideais, objetivos e tarefas

Nas frestas dos horizontes

Abrindo a cortina do destino

Desfraldando oportunidades e recursos

No curso do tempo, na geometria do espaço

O amor é a maciez e o calor dos abraços

É o sorriso pintado no rosto

A coragem que emoldura-nos os gestos

O amor se matura e se ilumina nas refregas da vida!

Casar é construir parceria

Onde transpira o bom senso

A concessão e o direito

Caminha sempre em duplo sentido!

Ademário da Silva – **** 06/setembro/2009

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: