Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Na esteira do universo um sonho evolutivo!

Na esteira do universo um sonho evolutivo!

Meu País

Meu país

Pulsa, trançado em versos pelo chão

Respira homogênea emoção

Verdes folhas em refrão

A sua lei é um poema

Instituída no coração!

Sua canção se faz tratado

De relação que emociona

A rima viva é como a água que cria

O tom maior dos sentimentos

Que modula atitudes e pensamentos

Os olhares e os gestos das pessoas!

A poesia,… A dor deserda

Como folha caída, que se expulsa no outono

Aqui neste país, um rei comum

Só pra si não governa

E não descaminha por um trono!

No meu país,

O amor se faz herança

De um povo livre de referências condicionadas

Como a criança,

Que ama sem pedir licença

Pois pensa e sente além dos preconceitos

Sem exigir apenas direitos,

Mas distribuir carinhos e esperanças!

No meu país,

A luz é tão presente,

Que a escuridão se ressente,

De solidão e descaso

E não é por acaso,

Que o mal nem vive por aqui!

Neste país,

A religião não tem nome

E a fome ninguém sabe se existiu

A miséria aqui nem vem expiar

Felicidade é farta raiz

Que germina em qualquer lugar

A ignorância não mora nem na lembrança

De um tempo que foi tempestade antes da bonança!

Porque o tempo não permanece

Como se fora rocha em atrito com os ventos

Pra se modificar

Como prece que não pede, oferece…

Amor que sacia,

Luz que apascenta e

Paz que ilumina!

No meu país,

A canção não destoa, nem entristece,

Faz tão bem que não se esquece

E a saudade flutua pelos ares,

Feito musa, fonte etérea da inspiração

Fadas espargindo emoção!

Ah! Aqui neste país

O amor é o próprio ar que se respira

Não se dedilha, vivencia-se

O amor é mesmo uma canção

Que não mora no refrão

Nem aluga sensação

Pois não é periferia

De vontades e agonias

É a mais bonita soma

De canção e poesia

De atitude que alumia!

O meu país vive em clima sereno de verdade

Está num tempo de harmonia

E a gente mora na alegria

De pensar e de sentir,

Versar e cantar liberdade

Agir e criar com fraternidade!

No Meu país

Caridade é sempre terno gesto

Solidariedade sem cabresto nas calamidades

Fraternidade é a constituição dos sentimentos mais puros

No meu país o amor não mora no ócio

Cada um ama a si como gosta do próximo!

Meu país

Não é o Brasil em suas fronteiras

Nem qualquer outro país de linhas históricas, geográficas, religiosas ou culturais

Meu país é o mundo, esse lento cometa que segue em câmara lenta, no seu caminho evolutivo nos quintais siderais!

Meu país

Não se configura em linhas territoriais

Não manifesta suas idéias ou sentimentos por essa ou aquela linha de cultura

Meu país tem no Sermão do Monte sua fonte de inspiração constituinte

A hierarquia moral é sua política de relações e também a sua filosofia de atitudes e condutas

Seu templo de religiosidade é a consciência do seu povo!

Ademário da Silva

03/08/91.

Meu mundo, minha palma...

Meu mundo, minha palma...


Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: