Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

ÓVULO, LAÇO E VIDA!

Um laço de luz que nasce imortal

Um laço entre a raiz e a semente

Um elo entre o passado e o presente

Somos cada um de nós no passo inicial

Legisladores em causa própria, essa a verdade ainda latente

Por que criados pelo Eterno Amor Incondicional

Folheamos a vida nos livros do tempo no encalço dos clarões!

Mantemos curtos contatos

Com amores, amigos e afetos

Nos braços da pluralidade

Acendendo brasas e soprando pavios

Luz que enlaça o tempo e a vida

O templo e a graça , oásis e saaras

O ventre e a pedra que se grava o nome

E o nome só fica se tiver enlaçado nas brumas do tempo

O tempo que laça a vida e a praça

Que laça a memória num verso que enlaça

Esse laço de luz que brilha no sono

Que leva prum mundo sem dor e sem dono

E o laço da noite que perfuma meus sonhos

Que traz um laço de riso que espreguiça pela manhã

Há! O laço da vida na boca do amor

Perfumes do tempo,… coentro e hortelã…

Que canta saudade, afeições e afinidades

São meus amigos, espíritos antigos

Empoeirados de luz nas névoas do tempo

Sorrindo certezas que o livro espírita oportuniza

Semente insciente encantada de vida

Magnetizada de amor e potência

Uma gota de orvalho numa pétala de luz

Chuva de suor nos canteiros da atitude

Uma cor do arco-íris rastreando seus passos

Um poeta molhando de rimas amor e cansaços

A vida caminhando como vento que vai

E nas curvas do tempo percebe por si

Que é preciso voltar e secar choradeiras

E plantar alegreira nas adjascências!

Assim é esse pingo de gente

Que surge no ventre querendo ficar

Um misto de anjo e pessoa carente

No lindo espaço entre o orgasmo e a natureza

No cenário e a realeza dos teus sentidos

Espírito amigo se aconchega no colo do teu útero

Bem na fronteira entre o agora e o amanhã!

E surgem sonhos, emoções e as tais vontades

Lindos efeitos da inteligência e afinidade

Sublimidade de uma história imortal

Intensificas os sensores sensitivos

Impressões medianímicas são cortinas e segredos

Alguém te abraça, te afaga em seu próprio interior!

E assim como a mais linda sábia

Seu ninho pronto, um tempo tanto

Compões um canto pro seu neném não se assustar

E tu te guias pelo valor das sensações

Olhando dentro de si mesma pelo espelho do materno amor!

Flor polinizada

Óvulo encantado

Filho desejado

Teu sonho sonhado

Crescendo em paz

Nos anais desse ninho

Que a vida te faz!

Mulher eis o teu filho !

Filho eis tua vida

Vida esse é o sentido

Oração e guarida

Nos braços de Deus!

Ademário da Silva – 25/outubro/2008 ** SOESFALUZCA

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: