Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Jerônimo Mendonça

J                    usto é sorrir de si mesmo quando a dor é só sua

E                  ntendendo que a Lei é Divina e Natural

R                  eciclando seu pensar e sentir nos moldes da luz

O              belisco de luz na seara da recomposição

N                 idificado momentaneamente na dor

I                    maginando o amanhecer em outros planos

M               eia-claridade num pedestal de dor e fé

O                  lhal que pendurou o ontem no hoje como se fora cicatriz de alerta

 

M               ourejando o amanhã como semente na escuridão da terra

E                  ntestando a si mesmo na construção de novos filamentos

N                 avegando a reboque de provas e expiações

D                 irecionando o amor como quem multiplica sorrisos

O                  rvalhando o eito com a força da reconsciência

N                 itente, persevera e enfrenta adversidades

C                  ambas queridos e também desafetos sob as telhas do universo

A                   mor, afeição e afinidade e conhecimento as flores do seu jardim, neste tempo…  

 

Ademário da Silva… 29/set./2009 – ( minha 1º filha, Janaína Cristina completa hoje – 35 anos de vida; que Deus a bençoe e ilumine sempre)

 

(Devo esclarecer que, por não existir palavras que comecem por C-cedilha, usei uma com C-comum, simples e puro…)

Em 1983, lá no C. E. Jesus Redivivo, á rua Rêgo Barros, numa gostosa noite de sexta feira, dessas que nascem de um dia de verão, e que trazem em seu seio os ventos que recondicionam a temperatura, fazendo com que o clima seja agradável, que propicia bem estar a todos que estão atentos.

Nesta noite que não me lembro a data, tive a oportunidade de ouvir o Jerônimo falar como quem apregoa o entendimento. Um salmo do Evangelho, ditado pela Isabel, então dirigente da casa; e ele nos fez mergulhar nas sombras do passado e caminhar pelas ruas tortuosas da nossa própria história. E nos embalou entre verbos e substantivos, falados ou escritos por profetas e discípulos, que seguiam a oferenda maior de Jesus, o amor, conjugado através das pessoas…

Registrei em minha memória, como quem guarda uma foto que o tempo amarela, que não pede em sua tela a imagem da história,e, não deixa escapar de sua moldura a envergadura do tempo que retrata…

Jerônimo, que desde algum tempo já está de pé, pelos caminhos imortais, que Deus o abençoe sempre…

Ademário…

 

Soc. Esp. Facho de Luz e Caridade = SOESFALUZCA

 

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: