Este Blog tem a finalidade de divulgar estudos e aprendizados espíritas, tendo por prisma de visão Allan Kardec.

Pensar, sentir e viver e até criar!!!

“Pensar, sentir, viver e criar” são atitudes espíritas, ensina-nos o mestre Allan Kardec nas páginas das Revistas Espíritas.

O pensamento é atributo do espírito, outorgado por Deus, para que este compreenda seus próprios passos sobre as pedras e em meio às luzes do caminho.

Sentimento é a compreensão que se alcança sobre a razão e a emoção pela qualidade da experiência adquirida, que se traduz na soma do tempo vivido em talentos e virtudes.

Viver é um procedimento do espírito em acatar as leis divinas e naturais e emoldurar a própria consciência segundo o teor e o alcance dessas leis no tempo e no espaço.

Criar é na verdade uma oração que se traduz em versos nos poemas do destino, oração que se abre em páginas no livro da vida de cada um. É louvação apurada e às vezes até virtuosas traduzidas nos mais variados modos de arte que conhecemos neste planeta; a imagem, o som, a escultura e a música.

O Sermão da Montanha é o poema por excelência da solidariedade e da fraternidade e da consagração dos sentimentos de amor e amizades entre os seres humanos de todos os povos, de todos os idiomas, de todos os credos e todas as raças…

Aprendizados existenciais ao alcance de todos na medida do interesse e da busca, que refina-nos a visão, a percepção, o entendimento e a compreensão.

“A arte é uma atitude da alma que direciona suas emoções e sentimentos subjetivos para dentro das telas, dos sons ou palavras”.

E ai o artista revela seus pensamentos musicais, poéticos e plásticos, literários de conformidade sempre com sua maturidade espiritual, que será mensurada sempre por sua dedicação, coragem, vontade e sensibilidades aplicadas nos buscas em que se envolve.

O esforço que faz para conquistar o que precisa.

A arte é trabalho da alma que nos exige esforço físico e intelectual.

O apuro dos sentidos dilatando-os a cada trabalho e a cada percepção e projetando essa sensibilidade na direção de outras dimensões da criatividade.

A inspiração é como a flor que só se desenvolve e desabrocha, porque nasce sob os cuidados de jardineiro consciente e operoso.

Artista! Coragem é atitude que transforma;

Trabalho é a fonte de sustentação dos ideais;

Conquista é a soma dos caminhos percorridos;

Caminho é opção que dilata experiência;

Timidez é só uma sensação que se desfaz no auto-conhecimento que nos permite descobrir os nossos próprios valores.

Sensibilidade é a capacidade adquirida, que se norteia pelo conhecimento que se busca e alcança.

Sonhos e desejos são raízes embutidas na esteira do nosso destino.

Que movimentados pelo esforço e a dedicação se traduzem em calos de experiências.

Destino é um projeto de “Faça você mesmo”, onde os acertos são comemorados pela alegria das tentativas, e os erros são oportunidades de revisão, em que a humildade e o auto-conhecimento permitem ao aprendiz, reavaliar os próprios passos!

Ademário da Silva – 25/junho/2008 – SOESFALUZCA

Sociedade Espírita Facho de Luz e Caridade.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: